Entre os dias 20 de Março e 20 de Abril de 2010, a equipa da ADDHU, composta pela presidente da associação, Laura Vasconcellos, e pela coordenadora do Projecto Quénia, Carolina Vasconcellos, deslocou-se mais uma vez ao Quénia onde, para além da tão esperada visita às crianças do Centro de Acolhimento, e que a partir de agora passará a chamar-se Wanalea Children’s Home, foram também realizadas diversas acções nos bairros de lata de Nairobi, nomeadamente o bairro de Kitui Ndogo, e na região rural de Kisii.

Com a ajuda dos nossos voluntários, apoiantes e dos alunos das escolas de Amarante, de Vila Franca de Xira e do ATL da Escola Infante D. Pedro de Penela, e contando mais uma vez com o incondicional apoio da Renova, conseguimos recolher cerca de 2500 pacotes de pensos higiénicos para entregar às mulheres e adolescentes dos bairros de lata de Nairobi (Kitui Ndogo), nos campos de deslocados internos em Naivasha e na região rural de Kisii. A distribuição foi feita com enorme sucesso, tendo beneficiado mais de 1000 mulheres e adolescentes quenianas que de outra forma não teriam acesso a este bem essencial de higiene feminina.

Mais uma vez, visitamos o bairro de lata de Kitui Ndogo, onde não só distribuímos pensos higiénicos, como também estivemos com as 6 crianças apoiadas pela ADDHU ao abrigo do programa de apadrinhamento Wanalea. Encontram-se bem alimentadas e saudáveis, e os resultados escolares têm vindo a melhorar. Tivemos a também a oportunidade de conversar com as famílias das crianças que fizeram questão de nos agradecer e de nos mostrar a diferença que tínhamos feito nas suas vidas. De facto, é notável a melhoria nas condições de vida destas 6 crianças apoiadas pela ADDHU.

Existem muitas outras crianças neste bairro de lata que necessitam de apoio. Também no nosso orfanato ainda precisamos de padrinhos para assegurar as condições de sustentabilidade necessárias, para proporcionar o melhor possível às 25 crianças que se encontram agora sob a nossa responsabilidade, e com as quais assumimos um compromisso para a vida…

Também nos deslocámos à região rural de Kisii, onde se procedeu a um levantamento de dados necessários para elaborar um projecto de abastecimento de água para a comunidade de Kitutu, de modo a facilitar o acesso a água potável, evitando assim que as mulheres e crianças tenham de caminhar mais de 6 quilómetros por dia, entre muitos outros problemas e doenças, tais como tifóide e cólera, causados pela falta de acesso a água potável e segura. Também distribuímos pensos higiénicos, nomeadamente a jovens e mães adolescentes, com as quais tivemos a oportunidade de falar sobre o nosso Projecto Tumaini de Apoio às Mães Adolescentes do Quénia, tendo sido abordada e discutida a possibilidade de criar um centro de formação em costura para que as jovens mães possam aprender um ofício e ter um meio de subsistência confeccionando uniformes escolares, um negócio bastante prospero no Quénia.

Também nos reunimos com a comunidade para falar mais uma vez sobre a questão da Mutilação Genital Feminina. Passados três anos de aconselhamento, a comunidade mostrou-se finalmente disponível para considerar o fim da cruel prática. A ADDHU considera este primeiro passo uma verdadeira vitória e o início de uma possível mudança de mentalidades, numa região onde a taxa de incidência desta cruel prática é superior a 95%.

A ida a Kisii teve também outro momento muito especial para a equipa da ADDHU… É com muita alegria e emoção que vos comunicamos que acolhemos mais uma menina no nosso Centro em Nairobi. Chama-se Hilda, tem apenas 4 aninhos e vem da região rural de Kisii. É órfã e encontrava-se ao cuidado de uma “avó” que não tinha meios para cuidar da menina, e que nos pediu ajuda. Ao acolher a pequena Hilda no nosso Centro, conseguimos também evitar fosse submetida à Mutilação Genital Feminina.

A Hilda é irmã da Dolivine, uma menina de 8 anos que se encontra no Centro desde Agosto de 2009. O reencontro foi muito emotivo, e a Dolivine não conseguiu evitar uma ou outra lágrima. A Hilda chegou ao nosso Centro descalça, vestida com trapos velhos, suja e faminta! Ainda não sabe falar inglês, nem suaili, apenas o dialecto local… Nunca tinha ido à escola, nunca tinha dormido numa cama… Nunca tinha comido mais de 1 refeição por dia, nunca tinha sido tratada por um médico… No entanto, já está totalmente integrada e sobretudo muito feliz. È uma menina saudável, doce e cheia de energia! Bem-vinda à família ADDHU Hilda!

Há cerca de um mês atrás, a Damaris, uma outra menina que se encontra ao nosso cuidado no Centro, teve de ser operada de urgência devido a uma apendicite aguda. Felizmente correu tudo bem, e já se encontra totalmente recuperada. Graças à ADDHU e ao incondicional apoio dos padrinhos e voluntários, a Damaris pode ter acesso aos cuidados de saúde necessários e adequados numa situação de emergência médica, o que não teria sido o caso se continuasse a viver na rua...

Durante o tempo que passámos com as crianças, verificámos que todas sem excepção se encontram bem e saudáveis, tendo tido bons resultados escolares. Foram entregues prendas e roupas enviadas pelos padrinhos, bem como as tão esperadas cartas e fotografias. Mais uma vez fomos testemunhas do imenso carinho que estas crianças sentem pelos padrinhos que nunca conheceram... E do carinho que os padrinhos dedicam a estas crianças que também nunca conheceram!

Recebemos no nosso orfanato a visita de uma equipa da empresa portuguesa Novabase, que doou ao Centro 6 computadores. Vamos finalmente poder iniciar o nosso programa de iniciação à informática, e aumentar significativamente as perspectivas de profissionalização futura das crianças. Obrigada Novabase!

Graças à generosidade e dedicação da voluntária Susana Barbas, fomos ao Parque Nacional de Nairobi, onde as crianças tiveram a oportunidade de interagir com alguns animais selvagens e sobretudo de aprender e divertir-se! Também levámos as crianças ao cinema para ver o filme “Alice no País das Maravilhas” de Tim Burton. Nunca tinham ido ao cinema! Era uma experiência nova para todos os meninos e meninas do orfanato! A equipa da ADDHU estava bastante curiosa relativamente à reacção das crianças perante um ecrã com aquelas dimensões e toda a magia do cinema. No final, ficamos muito contentes e orgulhosos dos nossos meninos: estavam verdadeiramente fascinados, adoraram o filme e comportaram-se muito bem! No dia 4 de Abril, celebrámos a Páscoa escondendo ovos de chocolate no jardim, e foi uma verdadeira festa! A alegria e a felicidade das crianças eram verdadeiramente contagiantes!

São crianças felizes, muito felizes! E nada disto teria sido possível sem o apoio de todos vós. Com a vossa ajuda, já conseguimos salvar 25 crianças das ruas e da pobreza… Conseguimos dar-lhes comida e educação, cuidados de saúde e acompanhamento, um lar onde se sentem seguros e protegidos, amor e carinho… Uma família!

Contamos com o vosso apoio e colaboração para podermos salvar muitas mais!

Muito Obrigada! Asante Sana!
Carolina Vasconcellos
Coordenadora do Projecto Quénia

  • Missão Quénia Março - Abril de 2010Missão Quénia Março - Abril de 2010